Placido/Pavarotti

Plácido X Pavarotti

Por detrás das aparências simpáticas de ambos, existe um grande ódio entre Luciano Pavarotti e Plácido Domingo.
E como a vida tem dessas coisas, o azar fez com que se encontrassem no aeroporto J.F. Kennedy, New York, cruzando um pelo outro, sem possibilidades de se ignorarem.
Contam que o diálogo entre eles foi o seguinte:
Pavarotti: Como estás Plácido, há tanto tempo que não nos víamos...
Plácido: Excelente, Luciano. Venho de um concerto no Scala de Milão, o teatro completamente lotado e a minha atuação foi realmente fabulosa!
Tive que sair e voltar a entrar para saudar o público 35 vezes!!!
E nem imaginas, uma estátua da Virgem Maria, que estava do lado esquerdo do cenário, chorou e tudo!!! E você Luciano, como andam os teus concertos?
Pavarotti: Nem fazes a mais pequena idéia, Plácido, o que foi o meu concerto nesta bela cidade de New York!
Cantei como nunca havia cantado antes... o teatro cheio, completamente cheio... o público era risos, cançonetas, bis atrás de bis... e cada vez aplaudiam mais!!!
Tive de sair e voltar para saudá-los por 62 vezes... e ao final de todas as saudações, aconteceu algo incrível:
De um crucifixo em tamanho natural, que estava no fundo do cenário, libertou-se Jesus em pessoa, desprendeu-se da cruz, veio em minha direção, abraçou-me e disse:
- Você meu filho, é que canta bem... não é como aquele outro galego pilantra, que fez a Mama chorar!

Colaboração de Valéria Fachini



Volta para humor

Colabore enviando sua piada
Contato: E-mail:
Afaban Sorocaba e Região