Terrorismo


Embaixadas de EUA e Israel nas Filipinas são alvos de plano da Al-Qaeda

Fonte: Globonews - Segunda-feira, 09/09/2002 - 20h00m

MANILA - Um plano da Al-Qaeda para atacar as embaixadas de EUA e Israel em Manila, nas Filipinas, está em curso, afirmaram autoridades americanas e asiáticas à rede CNN.


Pelo menos quatro toneladas de explosivos estão desaparecidos nas Filipinas. Autoridades locais foram avisadas por um informante que o material deverá ser usado por homens-bomba que viajarão - ou já viajaram - para o país vindo de algum local próximo na Ásia.
- Deixamos todas as nossas forças policiaiss e todo o Exército em alerta vermelho - disse o secretário de Defesa das Filipinas, Angelo Reyes.
Autoridades filipinas disseram que os detalhes do plano foram conhecidos há alguns meses e que a ação terrorista não estava ligada ao primeiro aniversário dos atentados de 11 de setembro nos EUA. O plano foi revelado durante o interrogatório de Mohammed Mansour Jabarah, um integrante da Al-Qaeda com acesso direto a Osama bin Laden. O suspeito de terrorismo é um canadense de origem kuwaitiana que foi preso em Omã, nos Emirados Árabes, em março.
De acordo com relatos do serviço secreto local, Jabarah se encontrou com Osama bin Laden dois meses antes de ser enviado para o Sudeste asiático por Khalid Shaikh Mohammed, um oficial da Al-Qaeda muito próximo do terrorista saudita.
"Jabarah, uma escolha pessoal de Bin Laden por causa de sua fluência em língua inglesa, vou enviado em 10 de setembro do ano passado pelo oficial da Al-Qaeda Khalid Shaikh Mohammed para coordenar ataques a bomba nas Filipinas e em Cingapura", afirma um relato secreto obtido pela CNN.
Segundo a TV americana, o ataque seria inicialmente perpetrado em Cingapura, mas foi abortado depois que autoridades prenderam 15 suspeitos de planejarem atentado contra a embaixada americana e outros alvos dos EUA. Ao mesmo tempo, a polícia da Malásia prendeu outras dezenas de militantes. Os dois países dizem que os detidos têm ligação com a Al-Qaeda e com o Jemaah Islamiah, um grupo islâmico radical que auta no Sudeste da Ásia.

GloboNews.com



Voltar