Terrorismo


Al-Jazira exibe novas imagens de bin Laden

Fonte: Veja Online - 16.Abril.2002


Nas imagens, Osama bin Laden aparece ajoelhado ao lado de seu braço-direito, o médico egípcio Ayman al-Zawahri, que reivindica a autoria dos atentados de 11 de setembro. A rede árabe de televisão promete para quinta-feira a exibição integral da fita. Não há informação sobre a data em que a gravação foi feita.
(fonte: Veja On-line)

..


A rede árabe de televisão Al-Jazira mostrou nesta segunda-feira uma gravação com supostas novas imagens do terrorista Osama bin Laden e seu homem de confiança o médico egípcio Ayman al-Zawahri, líderes da organização Al-Qaeda. Na fita, Laden aparece com uniforme militar, ajoelhado ao lado do companheiro, com uma paisagem de campo e montanha ao fundo. Al-Zawahri foi o único a falar no trecho exibido pela emissora do Catar. Ele reivindicou os ataques terroristas aos Estados Unidos em 11 de setembro. Essas são as primeiras imagens do homem mais procurado pelos Estados Unidos, desde dezembro, quando ele ainda aparecia ameaçando extinguir os EUA do mapa. De acordo com agências internacionais, a rede Al-Jazira exibirá integralmente o vídeo na quinta-feira, dia 18. Um executivo da emissora disse à Associated Press que a rede de TV recebeu a fita dias atrás em sua matriz, em Doha. Não há informações sobre a data da gravação.

Mulá Omar - Também nesta segunda-feira, o jornal árabe Al-Hayat publicou uma suposta declaração de um dos homens mais procurados por Washington, o líder do antigo regime Talibã no Afeganistão mulá Mohamed Omar. Segundo o jornal de língua árabe, o chefe do Talibã disse que judeus e americanos estavam promovendo uma guerra perdida contra o islamismo e contra os palestinos. "Nossos inimigos americanos e judeus perderão no fim da batalha. Nós estamos convencidos de que Deus não ignorará a fiel adoração, e a vitória virá conforme seu desejo." Esses seriam os primeiros comentários feitos por mulá Omar, em vários meses. Mohammed Salah, jornalista responsável pela reportagem, disse às agências internacionais que checou a autenticidade da declaração e estava seguro de que as palavras eram mesmo do mulá. Osama bin Laden e o mulá Mohamed Omar estão na mira do governo americano desde o fim do ano passado. O Pentágono, porém, já anunciou várias vezes que não tem a menor idéia do paradeiro de ambos.


Voltar