Terrorismo

 



EUA planejam mandar 200.000 homens na ação contra o Iraque
Fonte: Veja Online
14.Fev.2002


Decidido a derrubar Saddam Hussein, o governo americano já teria uma estratégia de ataque contra o país inimigo, segundo informações do The Guardian. A CIA estaria planejando treinar guerreiros curdos e xiitas no Kuwait para ajudar na operação que deve começar nos próximos meses.

Decidido a derrubar o ditador iraquiano Saddam Hussein o governo americano já começou a preparar uma ofensiva contra o país inimigo. De acordo com informações do jornal inglês, The Guardian, o departamento de Defesa e a CIA pretendem mobilizar cerca de 200.000 homens para a operação que será lançada a partir do Kuwait "em questão de meses".

A CIA estaria planejando treinar guerreiros curdos no norte do Iraque e xiitas no Kuwait. Agentes da Central de Inteligência e soldados das forças especiais já foram enviados ao Kuwait com esse objetivo. A estratégia prevê ainda operações de sabotagem e guerra de informação nas próximas semanas.

Desde os atentados do dia 11 de setembro do ano passado, o governo do presidente George W. Bush vem mencionando o Iraque como o possível alvo de sua ação militar, depois do Afeganistão. Agora, segundo o jornal, o gabinete de guerra dos Estados Unidos concluiu que a atual política de espera e cautela não está dando resultado e que derrubar Saddam Hussein tornou-se uma questão de ordem.

A decisão, porém, ainda não tem apoio total de todos os setores do governo. O Pentágono estaria hesitante, temeroso da possibilidade de uso de armas químicas e biológicas contra o exército americano e contra Israel. A estratégia mais provável, segundo o The Guardian, seria lançar mão de intensos bombardeios de mísseis.

Nesta quarta-feira, Bush afirmou que empreenderá "todas as ações pertinentes" para impedir que o Iraque tenha armas de destruição em massa capazes de ameaçar os Estados Unidos ou seus aliados. "Saddam Hussein deve entender que falo sério quando faço alusão à defesa de nosso país", disse Bush.




Voltar