Terrorismo


Tropas dos EUA mataram sete iraquianos durante protesto em Mosul

Fonte: Globonews e Agências Internacionais - Quarta Feira - 16.04.2003

Depois de ter negado responsabilidade por morte de manifestantes em Mosul, o comando militar dos EUA voltou atrás e disse que atirou em militantes. Segundo americanos, seus soldados se defenderam - Qatar - Tropas dos EUA mataram ao menos sete iraquianos na terça-feira na cidade de Mosul, durante manifestação contra a presença de militares americanos na cidade do norte do Iraque. O general-de-brigada dos EUA Vincent Brooks disse que manifestantes atiraram contra marines e forças das operações especiais que estavam num prédio do governo iraquiano, ocupado por americanos no centro da cidade.
- Os manifestantes abriram fogo contra oss marines e forças especiais no complexo. Abrimos fogo de volta contra alguns dos manifestantes. Havia homens que subiam as paredes do prédio.

Ele afirmou que ao menos sete pessoas foram mortas e algumas ficaram feridas. A terceira maior cidade do Iraque foi devastada por saques e violência desde que o Exército de Saddam Hussein deixou o local sem lutar na última sexta-feira. Um líder curdo proeminente local acusou as forças dos EUA de fomentar tensões no local, erguendo a bandeira americana no prédio.

Em entrevista à rede de TV árabe Al-Jazeera, Mashaan al-Juburi, que age como uma espécie de governador da cidade, disse que os conflitos eclodiram durante um protesto contra os EUA.
- Eu estava no meio dos manifestantes. Teentei acalmá-los. Quando as pessoas viram os americanos entrarem no prédio do governador e erguerem a bandeira americana, eles ficaram enfurecidos e começaram a apedrejar as forças dos EUA.


Voltar